domingo, 17 de maio de 2009

EDUZINDO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

          

 Fiquei tão encantado com o diálogo entre um índio Tupinambá e o colonizador europeu, extraído da obra do francês Jean de Lery (1534-1611) “Viagem à Terra do Brasil” (Livraria Martins Editora)”, que resolvi reescrevê-lo aqui no blog.
            
            Este diálogo é um manancial de sabedoria onde podemos matar a sede, bebendo na fonte, verdades cristalinas, perdidas no tempo, em uma época que ainda não se conhecia a palavra "ecologia", e as florestas brasileiras, ainda intactas, apenas começavam a ser devastadas com a exploração do pau-brasil.
            Às vezes ficamos tão preocupados com os conteúdos programáticos que negligenciamos uma das principais finalidades do estudo de História, que é compreender o homem e as suas circunstâncias, resgatando aspectos culturais fundamentais à nossa questão de valores... temos a natural preocupação com os “meios”, mas não direcionamos os conhecimentos para os seus verdadeiros "fins" que é *eduzir a ética latente em cada um de nós para, nesse caso, melhorar o planeta que vivemos.
O texto de Lery, além de facilitar o estudo do fato histórico em si, aqui, as “Invasões Francesas”, é uma oportunidade para que se descubra os desdobramentos em relação ao comportamento humano que este conteúdo pode provocar... uma reflexão atualíssima sobre meio ambiente, em que a visão consumista do colonizador é confrontada com a sabedoria do índio tupinambá,
            A cada dia que passa mais me orgulho de minha profissão, mais compreendo sua importância como principal canal para a solução de todos os problemas de nos afligem, só lamento, profundamente, que a sociedade e, às vezes, o próprio professor, não se deem conta disso.
* Origem etimológica da palavra educar: extrair, conduzir para fora.

MAIS SOBRE ECOLOGIA: AQUI

Um comentário:

NIED disse...

Oi, caro amigo.
Vim dar minha passadinha habitual por este espaço lúdi-cultural e me banhar em seus conhecimentos.
Inicialmente, agradeço suas palavras tão afetuosas sobre a minha última postagem; segundamente, quero patentear minha admiração pelos excelentes textos e pelo tratamento profissional dado a eles, nesse seu blog.
Gostei muito da postagem sobre a S. Boyle, sobre o novo ENEN, e as músicas então? Adoro aquele clip do F. Mercury e M. Cabalet (costumo dizer que se os anjos cantassem, teriam a voz dela).
Forte e afetuoso abraço
PS. Não gostaias de aumentar um pouco a área de seu blog? Me mande um mail (franzkre@gmail.com)