terça-feira, 26 de abril de 2011

"(...) GENTE COMO VOCÊ (EU) MERECE SER CURRADA"

Por uma questão de marketing coloquei este título para chamar atenção, já que o mais adequado  seria "ENCASTELAMENTO DO SABER", expressão criada pelo meu queridíssimo amigo Prof. Suintila V. Pedreira para definir as atitudes do megalomaníaco Paulo Ghiraldelli Jr.


Grupo “Refletindo sobre Educação”, no Facebook
"Hoje comprei o livro FILOSOFIA, AMORES E COMPANHIA: PROVOCAÇOES SOBRE O BEM VIVER, na Livraria Travessa. Disse, no comentário sobre o vídeo em questão (Nos comentários eu elogiando o Paulo) que, como filósofo por formação, o Paulo é uma referência para mim . Elogiei seu humor ácido, e disse que nós, professores, precisamos mesmo levar umas cacetadas".
E a decepção depois dos ataque pessoais a um amigo querido...
12 de fevereiro às 19:27
Fernando Antônio Oliveira
Convenhamos... sua participação aqui foi lamentável

Curtir (desfazer) • 1 pessoa 


Paulo Ghiraldelli no programa do Jô


CONHEÇA, NOS E-MAILS ABAIXO E NA PRÓXIMA PÁGINA, O QUANTO É PRECONCEITUOSO O RELACIONAMENTO PESSOAL DO "FILÓSOFO"
11 de fevereiro às 21:55 · Curtir · 1 pessoa
Escreva um comentário...
Paulo Ghiraldelli Jr.
Tendo visto sua cara aqui, Suin, é difícil a noite ser
boa. Você parece o ditador Egípcio que acabou de cair. Emagreça e vá ao
médico na segunda. Ele vai tratar esse seu problema aí.

11 de fevereiro às 21:53 · Curtir
Escreva um comentário...
Paulo Ghiraldelli Jr.
Suin, você é doente. Mas olha, há médico para tudo. Procure um. Mesmo gordo assim e meio vesgo, ele trata você.

11 de fevereiro às 21:44 · Curtir
Escreva um comentário...
Paulo Ghiraldelli Jr.
E agora, autorizo você a responder, gordinho.

Paulo Ghiraldelli Jr.
Ah, essa piada era bonitinha, Suin, você não
entendeu né? Ah, tava em inglês, era isso!

11 de fevereiro às 21:41 · Curtir
Escreva um comentário...
Paulo Ghiraldelli Jr.
Não, ninguém empata com você. Só o asno.

11 de fevereiro às 21:34 · Curtir
Escreva um comentário...
Paulo Ghiraldelli Jr.
Suintila, você gordinho assim, é um fofo. Você pode
não ter humor, mas provoca humor.

11 de fevereiro às 21:40 · Curtir
Escreva um comentário...
Paulo Ghiraldelli Jr.
Suin ... suino.

11 de fevereiro às 12:43 · Curtir
Escreva um comentário...
Paulo Ghiraldelli Jr.
Suintila, teu problema é grave. Procure um médico urgente..

Não deixe de clicar nos links

“Em vez de padres e pastores, esfole um professor”
Fernandão

"Fernando, você está redondamente enganado. Foi contra gente que pensa como você que escrevi o artigo. Gente como você não merece ser esfolada, deve ser currada"
           Impedido de expor meu ponto de vista e indignado com a ofensa e o destempero verbal do Sr. Paulo Ghiraldelli Jr, excepcionalmente, resolvi usar meu blog para dar a resposta que ele impediu ao me expulsar do "seu" grupo.
           Esfolar um professor? Sem contextualização, ofendendo padres, pastores e professores, a lógica que prevalece para os menos avisados é concordar com o comentário do “filósofo brasileiro”, afinal, um mestre/doutor em Filosofia e História da Educação, com dezenas de livros publicados e com mais de 30 anos como professor universitário (RFRRJ), fala "Língua portuguesa, Inglês americano, Italiano, Língua francesa e Espanhol", que já foi colunista da Folha de São Paulo, do Estadão e atualmente escreve no “JB”, não poderia se calar diante da insolência de um professor do Ensino Fundamental /Médio, "um debutante de rabo frouxo", como ele disse, que, como se também não fosse um professor, teve a despautério de propor o "esfolamento", “justamente dos que pior ganham neste país”.
           Em vez de questionar ou considerar “provocação filosófica”, levando adiante o que poderia ser uma instigante discussão no campo das ideias, que deveria ser a função normal de um grupo que discute Filosofia, preferiu colocar sentidos em minhas palavras e partir para a ofensa pessoal e, por tabela, agredir e desrespeitar todos os outros membros.
           A grande "questão filosófica" é que o grupo “FILOSOFIA” não passa de fachada para a venda de sua produção intelectual, uma banca virtual de livros, onde a premissa para qualquer “debate” fica condicionada à leitura do seu último lançamento literário, o problema é que deixou de lado os livros academicos, que sempre foi a sua praia, e aventurou-se a falar de si mesmo... pura mediocridade, seu "ego esperneante" é um desastre.
           Alguns fazem parte do grupo apenas para parecer mais inteligentes, e vão seguindo o irresistível som de sua flauta encantada ("Entre no grupo FILOSOFIA e fique mais inteligente"), mas não passam de “autoritarius delirius, a pessoa que quer um chefe ou pai para ficar dizendo amém” (frase do próprio Paulo), que, por sentirem mais orgulho de seu “mestre” do que de si mesmas, não fazem outra coisa a não ser concordar e aplaudir, além de apoiar, por omissão, os descalabros que seu guru espiritual frequentemente comete contra quem se atreve a discordar dele... invariavelmente, acabam expulsos.
           Como ele se intitula “filósofo brasileiro”, deveria, por obrigação de ofício, saber que eu falava de autoeducação, já que tinha citado Huberto Rohden, e ressaltado a necessidade do autoconhecimento de Sócrates (“conhece-te a ti próprio”) para uma verdadeira educação, mas não, em vez de ir ao "centro" da questão, cuja principal ferramenta pedagógica é amor e carinho, ele prefere apenas um outro aspecto periférico do filósofo grego ao afirmar que a melhor relação pedagógica entre professor e aluno é a pederastia. (veja esta opinião do "filósofo" no link, no final da postagem).
Em vez de padres e pastores, esfole um professor

AQUI a contextualização da frase, cuja explicação foi censurada com a minha expulsão do grupo, e a pedagogia erótica do filósofo.

2 comentários:

Prof. Suintila V. Pedreira disse...

Sabe, caro amigo Fernandão, dentre os vários mérito dessa sua postagem, queria destacar uma, que considero essencial: Mostrar até que ponto o fenômeno conhecido como "encastelamento do saber" pode realmente ser deletério, e até mesmo levar alguem às raias da loucura. Talvez eu tenha uma visão bastante "romântica" da filosofia, mas sempre achei que ela ou qualquer outra tentativa de interpretação da natureza devesse levar os homens a um outro estágio de harmonia com essa natureza, com os homens e com o "mundo das idéias", parafraseando Aristóteles. Incabível, portanto, imaginar que filosofos possam servir-se de seus arcabouços teóricos para massacrarem e humilharem outros seres humanos. Veja... não confunda filosofia, com filosofos. A filosofia deve ser um instrumento de libertação. Graças a ela, temos condições de experimentar outros níveis de percepção do mundo que nos cerca, e até de nós mesmos. Quanto aos filosofos, não passam de seres humanos, imperfeitos, porém a caminho da perfeição, como qualquer um de nós. Eu sou Físico, e um sentimento que cresceu muito em mim graças aos estudos das leis da Física, é um grande sentimento de pequenês. Não é de inferioridade... é de pequenês mesmo. Saber que não nos comparamos diante de tantos fenômenos de nosso universo faz de um Físico um humilde, por natureza. Achei que com a filosofia devesse acontecer algo semelhante, e ainda acho, apesar do Paulo Ghiraldelli Jr. Ao estudar os mecanismos do pensamento, a organização das idéias e os efeitos delas nos diversos planos de nossa existência, um filósofo, mais do que qualquer outro de nós, sabe bem o quanto estamos engatinhando no processo cognoscível. Qual o tamanho do saber? Quanto conhecimento ainda falta para ser descoberto? Quantas leis regem o pensamento e as idéias? Sinceramente, mente quem diz saber essas respostas. Assim como os Físicos, os filósofos deveriam ser a personificação da humildade na Terra, por saberem muito bem o quanto não somos nada, não passamos de pó, literalmente, conforme mostra a Física, e simbolicamente, conforme mostra a filosofia. Demonstrações para isso ambos possuem de sobra. A conclusão que chego, após essas divagações, caro mestre Fernandão, é de que nosso infeliz senhor Paulo Ghiraldelli Jr não passa de um embuste. Uma fraude, tanto como filosofo, quanto como educador. E fraudes devem ser denunciadas, para que outros não percam seus tempos e seus esforços em vão. Caro amigo Fernandão... parabéns. Que sua atitude de coragem possa inspirar tantos outros, vitimas do falso saber desse embuste chamado Paulo Ghiraldelli Jr, a também denunciarem-no aos quatro ventos. Forte abraço, Prof. Suintila

Rocio Rodi disse...

Fernando,
Admiro a tua coragem educadora!
Também ressalto a necessidade da humildade pontuada pelo professor Suintila. Quanto mais conhecimento mais necessidade de conhecer mais, ou melhor, bem sabemos do valor da simplicidade na complexidade.
Como educadores aprendemos o valor da parceria, integração, cooperação...
As contradições devem servir para ampliar e aproximar saberes. Não separar pessoas. Somos seres planetários. Somos seres ecológicos!
Gosto muito de Você!